Igrejas de Macaé se unem para doar alimentos a moradores em situação de rua

0
7

 

Daniela Bairros

Igrejas católicas de Macaé se uniram e estão realizando mutirões do bem para ajudar moradores em situação de rua a se alimentarem. Como estão nas ruas, estas pessoas estão mais vulneráveis ao vírus da Covid-19.
Voluntários de várias paróquias iniciaram na última quinta-feira (26) distribuição de cerca de 100 quentinhas. De segunda a sexta-feira, os alimentos serão distribuídos de graça.
Os membros da Paróquia Santo Antônio servem as refeições às segundas, quartas e sextas; e a Paróquia Nossa Senhora de Fátima às terças e quintas.
Nos dois primeiros dias as refeições foram servidas na Escola Municipal Maria Isabel, mas a partir desta segunda-feira (30) a destruição durante a semana será às 18h30, na Praça Veríssimo de Melo, no Centro.
“O almoço é feito na cozinha da Igreja Santo Antônio. Todo o cuidado é tomado para evitando aglomerações, inclusive no número de pessoas trabalhando. Fazemos e montamos as quentinhas e levamos para um ponto de entrega para evitar que eles tenham que caminhar muito, já que a grande maioria, se não todos eles, está concentrada no Centro”, explicou o pároco Gleison Lima, da Paróquia Santô Antônio.
Durante o dia e aos domingos, os moradores em situação de rua não ficam desassistidos. No Centro POP é oferecido almoço e lanche, e os domingos a Paróquia Santo Antônio também promove almoços, às 12h, na Escola Maria Isabel.
O matimento é fruto de ajuda voluntária. A Paróquia Santo Antônio recebe doações para ajudar dezenas de famílias passam por dificuldades e colabora com cestas básicas. Mas como os moradores de rua não tem como cozinhar, surgiu a ideia de entregar refeições prontas.
“Não podemos permitir que a caridade entre em quarentena ou em isolamento. Existe uma regra de ouro que nos ajuda a entender este momento que é ‘fazer para o outro o que gostaria que fizesse comigo’. A empatia é outra virtude que nos ajuda. Num mundo onde muitos são valorizados pelo que tem, mostramos com este gesto que as pessoas são importantes pelo o que elas são. São pessoas, iguais a mim e a você, mas talvez eu tenha a oportunidade de ter um pouco mais que o necessário e posso ajudar a outros. É necessário tão pouco para fazer o outro feliz”, explicou o padre.
Ainda segundo o pároco, o trabalho é supervisionado pela Secretaria de Desenvolvimento Social de Macaé. Em conjunto fazem uma avaliação diária para ter uma maneira de acolhimento acertada.
As doações podem ser feitas de três maneiras: comprar nos mercados e pedir para entregar na Paróquia Santo Antônio, depositar na conta da igreja e, ainda, entregar o alimento numa caixa na entrada do templo.
A Paróquia fica localizada na Travessa Padre Pedro, 671, bairro Visconde de Araújo, das 7h às 17h. A ajuda vinda por depósito pode ser feitas das seguintes contas: Bradesco (agência 6544/conta corrente 4350-08) Caixa (agência4659/ conta corrente 542-7/operação 003), CNPJ: 28.600.559/0044-01

Crédito: Divulgação