Caos pelo coronavirus não é o apocalipse, segundo estudiosos da Bíblia

0
18

O caos instalado ao redor do mundo por conta da pandemia de coronavírus suscitou o questionamento de muitas pessoas sobre o fim dos tempos narrado no livro do Apocalipse. Mas, para estudiosos que se dedicam ao tema, a crise atual não é o início do fim.

Pastores e escritores que dedicaram boa parte de suas vidas se dedicando ao estudo do livro do Apocalipse concordam que este ainda não é o fim dos tempos. E a maneira de concordar sobre isso pode variar entre as diferentes lideranças cristãs.

O pastor Chuck Pierce foi entrevistado pelo jornal The Washington Post e contou que seu filho o questionou se os fatos atuais seriam o fim do mundo. “O Senhor me mostrou até 2026, então eu sei que esse não é o fim dos tempos”, respondeu ele.

Outro líder evangélico que compartilha da mesma impressão é Jeff Kinley, escritor que tem livros publicados sobre profecias: “Se uma pessoa ignora completamente o que a Bíblia diz sobre o fim dos tempos, ela pode pensar agora: ‘É isso’”, disse, antes de resgatar que Apocalipse 6:8 prevê mortes em todo o mundo “pela espada, pela fome, por pragas e por meio dos animais selvagens”. Segundo ele, as palavras de Jesus em Lucas 21:11 também apontam um cenário diverso do atual: “Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em vários lugares, e acontecimentos terríveis e grandes sinais provenientes do céu. Acho que ele está se referindo a um tempo futuro”, disse Kinley. “Eu não acho que isso seja um cumprimento real disso”, reiterou.

Crédito: Divulgação